Entenda como é feito o cálculo da Contribuição Sindical

A Contribuição Sindical é a principal fonte de custeio das entidades sindicais e tem suas porcentagens divididas entre o Ministério do Trabalho e Emprego (20%), Confederação (5%), Federação (15%) e Sindicato (60%). É obrigatória a todos os integrantes da categoria representada pelos sindicatos, independente de filiação como associado.


Alíquota
%
0
Parcelas a adicionar
R$
0,00
Total
R$
0,00

Valor do capital social (primeira coluna da Tabela II)

Alíquota descrita na tabela (segunda coluna da Tabela II)

Parcela a adicionar (terceira coluna da Tabela II)

Valor da Contribuição a Recolher (quarta coluna da Tabela II)

Tabela da Contribuição Sindical



 

 

Tabela para Recolhimento da Contribuição Sindical Patronal 2016

TABELA I – AGENTES DO COMÉRCIO E AUTÔNOMOS

 

Valor de Referência

(em R$)

Alíquota

(%)

Valor da Contribuição a Recolher

(em R$)

321,43

30

96,43

 

 

Tabela para Cálculo da Contribuição Sindical 2016

TABELA II  EMPRESAS EM GERAL

Classe de Capital Social

(em R$)

Alíquota

(%)

Parcela a adicionar

(em R$)

Valor da contribuição a recolher

(em R$)

I – de 0,01 até 24.107,25

Contr. Mínima

-

192,86

II – de 24.107,26 até 48.214,50

0,8

-

Calcular capital social x alíquota

III – de 48.214,51 até 482.145,00

0,2

289,29

Calcular capital social x alíquota + parcela a adicionar

IV – de 482.145,01 até 48.214.500,00

0,1

771,43

Calcular capital social x alíquota + parcela a adicionar

V – de 48.214.500,01 até 257.144.000,00

0,02

39.343,03

Calcular capital social x alíquota + parcela a adicionar

VI – de 257.144.000,01 em diante

Contr. Máxima

-

90.771,83